Marketing Político
Trabalhar com Política, seja em que época for, envolve grandes desafios. O desgaste em torno do assunto faz com que as pessoas logo desliguem a tv, o rádio ou nem sequer curtam e sigam páginas da área. Diante disso, como trabalhar com a Política de forma que ela seja envolvente, interessante e que tenha engajamento com o público/eleitores?





O Marketing Político é uma das soluções para encontrar distintos caminhos que gerem percepções positivas acerca de instituições, pessoas, candidatos, etc.

Ele tende a ser mais perceptível durante o período eleitoral – e também durante o ano eleitoral, mas, cada vez mais é possível perceber que ela deve estar presente sempre, fortalecendo o relacionamento por meio de respostas aos questionamentos que surgem ao longo do trabalho – antes, algo que seria realizado apenas pessoalmente, hoje se torna uma rotina nas redes sociais.

E como trabalhar com o Marketing Político?

É preciso desenvolver a marca do candidato ou do político – não apenas logos, cores que o representarão ou slogan, mas qual será o posicionamento dele diante de diversos assuntos? Como responderá sua audiência? É preciso pensar em como ter esse bom relacionamento para que as pessoas confiem no político e no trabalho que ele desenvolve ou se propõe a desenvolver. São essas pessoas que irão abraçar a ideia e compartilhar aos quatro ventos – e no digital a proporção orgânica de uma publicação não tem limites. Então, reforçamos, tenha um bom relacionamento!

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia essencial para que as redes sociais realmente conversem com os eleitores. Use e abuse – mas de maneira bem pensada – de vídeos, textos e imagens. E, sabe aquela velha história de que “quem não é visto, não é lembrado”? Pois é, não vale apenas aparecer na feira na época de campanha, tenha aparições consistentes antes, durante e após uma eleição. O mesmo vale para as redes sociais – reativá-las a cada dois ou quatro anos não cativará nenhum público.

Saiba ouvir. Entenda os problemas dos eleitores e pense em soluções que irão sanar pelo menos parte do que os afeta. Mantenha sempre um diálogo aberto, para que sua campanha e a vida política sejam pautadas na construção coletiva – dando a sensação aos eleitores de pertencimento. Utilize as redes sociais a seu favor: lives, enquetes, perguntas… São inúmeras ferramentas que beneficiarão a todos.

Um dos grandes exemplos de bom uso de redes sociais – não apenas durante a campanha política, mas durante o mandato e até mesmo após não ocupar mais o cargo, é de Barack Obama. O ex-presidente dos Estados Unidos conseguiu segmentar seu público de forma a entender as diferentes personas com quem teria que trabalhar, buscando alinhar sua linguagem para cada lugar.

Durante a campanha de 2008, possuía mais de 10 perfis ativos em redes sociais, todos integrados ao seu site. Já no mandato, reduziu para dois perfis e fortaleceu sua comunicação por lá. Além disso, fez uso do e-mail marketing com títulos chamativos para atrair seu público.

Estes são apenas alguns exemplos de como é possível fortalecer e solidificar a atuação nas redes sociais, com estratégias bem embasadas. #PenseNisso




Veja alguns de nossos projetos


Faça agora um orçamento rápido conosco, o sucesso do seu negócio não pode esperar.

Voltar ao Topo

23 pessoas online no site agora
Venha fazer parte do Clube Esquilo Marketing