Lei LGPD





Quem nunca teve receio de colocar seus dados em algum site da internet? Ou ainda de realizar compras online, disponibilizando dados do cartão, CPF e demais informações que podem fazer um regaço na conta bancária? Ou já se questionou como recebeu ofertas daquela loja por e-mail, sendo que nunca autorizou?

Essas indagações certamente passam pela cabeça de muita gente e você deve se perguntar se existe uma maneira legal de se prevenir e ainda assim poder utilizar da praticidade que a internet oferece, sem dores de cabeça.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) visa, justamente, regulamentar o uso de dados dos clientes pelas empresas privadas e órgãos públicos, bem como garantir proteção e privacidade. Ela foi sancionada em agosto de 2018, mas só passou a vigorar em agosto de 2020. E as empresas precisam se adequar a ela o mais rápido possível, afim de evitar prejuízos e penalidades.

E o que essa lei muda na rotina de quem trabalha com Marketing Digital?

 Muita coisa!

Assim como as empresas precisam se adequar, o Marketing Digital precisa fazer uma série de modificações para que se mantenha dentro da lei e não cause nenhum possível dano ao consumidor – uma vez que a lei estabelece regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais, é preciso que todos estejam a par das bases legais da LGPD.

Com a LGPD, os dados só podem ser coletados e utilizados com a manifestação do titular, este por sua vez tem direito de acessar os seus dados, corrigi-los, torná-los anônimos, bloqueá-los, e também retirar suas informações pessoais da base da empresa a hora que quiser. Qualquer pessoa tem também o direito de saber para que os seus dados serão utilizados e com que empresas serão compartilhados.

Na prática, para diversas estratégias do Marketing, isso significa a modificação de Landing Pages, formulários, e-mail marketing, anúncios patrocinados… Os métodos para captação de dados deverão ser mais transparentes e isso afunilará um pouco mais o funil na hora de atrair leads – mas, com estratégias bem trabalhadas, também implica na atração de leads mais propensos a virarem consumidores de fato.

Mais do que nunca, os leads que estarão contigo serão pessoas que deram um consentimento para receber mais informações de seu negócio, então é a hora de intensificar as ações de marketing de conteúdo, engajando ainda mais seu público e tornando seu negócio mais relevante.

Os formulários para coleta de dados de um lead também sofrerá modificações, sem preenchimento automático e dando mais liberdade para que a pessoa escolha as opções com as quais se sinta mais confortável.

As estratégias precisam ser mais claras – e o que você espera da coleta de dados também – com a nova lei não é possível coletar várias informações e deixar para analisar quando for preciso. Cada ação precisa ser mais específica e focada possível.

É o momento para rever estratégias e pensar em soluções mais assertivas – e legais – para que o trabalho flua da maneira mais natural possível. E, a LGPD não é o fim para o Marketing Digital nem para os dados tão necessários as análises.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com o nosso time!




Veja alguns de nossos projetos


Faça agora um orçamento rápido conosco, o sucesso do seu negócio não pode esperar.

Voltar ao Topo

37 pessoas online no site agora
Venha fazer parte do Clube Esquilo Marketing