Gerenciamento de Redes
Foi se o tempo em que bastava só ter um perfil nas redes sociais para poder sair como uma das opções em uma rápida busca pelo Google. Muito mais do que ter um perfil, é preciso estar e conversar com seu público.





Foi se o tempo em que bastava só ter um perfil nas redes sociais para poder sair como uma das opções em uma rápida busca pelo Google. Muito mais do que ter um perfil, é preciso estar e conversar com seu público. É preciso entender onde ele está, o que ele consome, quando e como consome, é preciso estabelecer um relacionamento e se diferenciar com uma identidade que realmente abrace os consumidores – vide Netflix, que pode não atender todos os pedidos de renovação de séries, mas entende as dores dos usuários e traz sempre comentários precisos para seus seguidores.

Mas, como fazer isso se você não entende nada deste universo? Existem alguns passos simples que podem ser feitos para facilitar sua entrada neste mundo – ou sua repaginação.

Já que estamos falando de público, um dos primeiros pontos a ser visto para o gerenciamento de suas redes sociais é este. Quem é sua persona? Qual o perfil ideal de consumidores da sua marca? Coloque tudo isso no papel, desta forma ficará mais claro saber que rumo tomar quanto a linguagem utilizada e os canais de comunicação a serem investidos.

Uma vez que essa etapa for concluída, é preciso saber em quais redes sociais você deve estar – e você deve estar onde seu público está. Não adianta sair criando perfil a torto e a direito em todas as redes sociais possíveis, só será desperdício de tempo e você não terá resultados efetivos. Se seu público está em redes como Instagram e Facebook, invista primeiro na sua consolidação nessas duas para depois avaliar se vale a pena expandir a atuação por outras redes.

Ok, defini já onde preciso estar.

Beleza, agora qual será seu objetivo com esta rede? É vender? É divulgar a marca? É se relacionar com seu público? É divulgar conteúdo?

É preferível que inicialmente apenas um objetivo seja O objetivo. Busque primeiro atingir suas metas com ele e depois vá modificando de acordo com o andar da carruagem – análise de dados deve ser uma das suas melhores amigas e irá sempre ajudar com o rumo a ser tomado.

Com isso em vista, fica mais fácil estabelecer o tipo de conteúdo a ser publicado e pensar em qual será a frequência a ser seguida – devido ao algoritmo das redes sociais e também aos diferentes horários de acesso dos usuários, uma dica é que um mesmo conteúdo pode ser publicado mais de uma vez, em horários e dias diferentes, para que públicos distintos tenham acesso.

E, por falar em horário, as próprias redes sociais já te darão um relatório completo de quais os melhores horários para seguir com seu público, mas nada impede que você faça também teste em diferentes horários para ver se tem resultado.

Uma outra coisa que precisa ser estabelecida ao entrar no universo digital é qual será a sua persona enquanto empresa: como você vai se comunicar com o público? Qual a melhor linguagem? Ainda com exemplo da Netflix, podemos perceber que é uma linguagem bem corriqueira. Já a Magazine Luiza investiu em uma personagem, a Lu, para humanizar o atendimento.

Quando as estratégias forem definidas e o planejamento montado, é preciso analisar a cada instante a execução – na internet não existe receita de bolo, o que dá certo pra uma empresa não dará necessariamente certo para a sua, é preciso testar e analisar diversas estratégias até acertar o tom.

E como pensar e executar estas estratégias? A Esquilo pode te ajudar! Pensando juntos em ações que irão aumentar a relevância digital da sua marca! Entre em contato conosco pelo INBOX, pelo LINK DA BIO ou pelo WhatsApp (65) 9 8404.0690




Veja alguns de nossos projetos


Faça agora um orçamento rápido conosco, o sucesso do seu negócio não pode esperar.

Voltar ao Topo

33 pessoas online no site agora
Venha fazer parte do Clube Esquilo Marketing