Como aumentar o engajamento





– Conheça o seu público-alvo: não dá para construir um conteúdo que engaje se você não sabe o que seu público consome. Vá além de estatísticas e procure entender o melhor horário, o tipo de formato mais consumido, o conteúdo que mais atrai, como seu público reage as publicações do concorrente, etc.

“Ah, mas eu não tenho um público-alvo.” Construa sua buyer persona então. Estude, pesquise, faça entrevistas, junte o perfil dos atuais clientes que você possui e misture com o perfil de possíveis clientes, faça tudo isso até chegar a um tipo de público.

– Invista onde o seu público está: você sabe quem é seu público e sabe onde eles mais gostam de consumir informação, não faz sentido perder tempo em alguma rede social alheia a tudo isso só para “marcar presença” e atirar para vários lados. Foque primeiro onde seu público está.

– Leve em consideração vários aspectos: na hora de pensar em conteúdo, não faça isso sozinho. Reúna a equipe, pense em diversos tópicos, pense na linguagem de cada material, em qual deve ser a abordagem, o formato… enfim, veja vários pontos e deixe seu planejamento o mais redondo possível.

– Tenha um conteúdo personalizado: seus consumidores precisam se identificar com sua marca e seu negócio, então, humanize sua marca, e personalize o conteúdo de acordo com o público: envie ofertas e conteúdos exclusivos, estimulando o consumidor a continuar o contato.

– Tenha uma linguagem própria: ao humanizar sua marca isso afetará também a maneira como você se comunica com seu público – porque você entende as dores dele, entende quais podem ser as soluções e não precisa ficar o tempo todo falando de venda – e nem o faça. O público está cansado disso.

– Interaja: não adianta criar conteúdo para engajar se você não está disposto a interagir em redes sociais, é preciso responder sempre, incentivar conversas acerca de suas publicações, curtir, comentar, compartilhar menções – esteja presente!

– Tenha um atendimento ao consumidor eficaz e respeitoso: procure responder todas as mensagens que chegarem no meio digital – positivas e negativas. Seja cordial sempre – qualquer erro de comunicação pode ser um deslize fatal para sua imagem.

– Crie sua comunidade: é preciso criar espaços que possibilitem interações para além dessas possibilitadas por perfis institucionais – tenha grupos no WhatsApp/Telegram, Facebook, LinkedIn… Enfim, crie um espaço maior para o diálogo, e daqui você pode tirar também insights e pequenas pesquisas de satisfação com relação a sua marca.

– Monitore suas menções: criar grupos para entender melhor como seu público vê a marca é bacana, mas também é interessante monitorar as diversas menções ao seu negócio – seja onde for – para ter um panorama mais completo da situação. E quando negativo, é aquela história: seja cordial na hora de responder. Hoje já existem diversos softwares e ferramentas que podem ajudar nessa função.

– Mensure seu trabalho: analisar sempre! O que está dando certo? O que não está? O que é preciso mudar? A análise é uma baita ferramenta para te guiar em qualquer trabalho e no digital não é diferente, então faça bom proveito do que os números te dizem e remodele suas estratégias sempre que necessário.

 




Veja alguns de nossos projetos


Faça agora um orçamento rápido conosco, o sucesso do seu negócio não pode esperar.

Voltar ao Topo

20 pessoas online no site agora
Venha fazer parte do Clube Esquilo Marketing